Blog Lume

Lume projeta faturamento acima de R$ 2 milhões até final de 2022

A Lume fechou o primeiro semestre de 2022 em um ritmo que deve ditar como serão os próximos meses: foram 15 novos negócios fechados e 8 renovações de parcerias. A expectativa é que, até o final do ano, cerca de 40 novos projetos sejam fechados, resultando num faturamento acima de R$ 2,4 milhões.

O crescimento da Lume nos últimos anos se confirma quando olhamos para os números alcançados. Somente no ano passado, o crescimento total foi de 135% e um faturamento acima de R$ 1,2 milhões.

Com essa expansão do negócio, o time também cresceu. Em 2020 a Lume fechou o ano com seis profissionais. Já em 2021 eram 14 pessoas na equipe e, já neste primeiro semestre de 2022 são mais de 20 pessoas.

Parte do time Lume em 2022.

Entre as novas parcerias fechadas, se destacam algumas marcas gigantes do mercado, ampliando o portfólio da Lume: Unicred, Pormade, GZH (Grupo RBS), Electrolux, Lojas taQi, Mercado Eletrônico, ESPM, Voe Livre e All Things Hair e Recepedia (grupo Unilever). 

Além disso, renovamos projetos com a Panvel, parceria que está indo para o sétimo ano, AutoNext, Piccadilly, Superlógica, Madesa e Grupo AMC, responsável pelas marcas Colcci, Forum e Triton.

Educar o mercado para o futuro

Na Lume uma das prioridades é o desenvolvimento e a troca de conhecimento entre os especialistas. E esse movimento também se reflete nas redes sociais, canal onde trazemos conteúdos informativos a respeito do universo de SEO e Analytics, e no blog. 

Para ampliar e potencializar essa ação, fechamos uma parceria com o influenciador Alfredo Soares, sócio da VTEX e co-fundador do G4 Educação, o que resultou na publicação do e-book “As 10 melhores práticas de SEO para e-commerce”.

O material foi lançado em maio deste ano exclusivamente para o público do influenciador, mas já está disponível gratuitamente para todas as pessoas quem tiver interesse, basta clicar aqui para baixar o e-book.

No e-book compartilhamos dicas sobre como otimizar uma loja virtual para que ela esteja dentro das diretrizes que o Google considera importantes para estar bem posicionado nos resultados de busca

É um conteúdo rico e produzido pelos especialistas multidisciplinares que formam o time da Lume.

Treinamentos com foco na evolução

SEO e Analytics são temas que estão diretamente ligados às ações de desenvolvimento e conhecimento. O Google atualiza constantemente os seus algoritmos e a maneira de ver os conteúdos e páginas, o que impacta diretamente nas estratégias de SEO. Já para quem respira o universo de Analytics, precisa estar atento às novidades da ferramenta e às formas de analisar os dados.

Naturalmente, a educação já está muito presente na nossa rotina e ampliar isso para os nossos parceiros é fundamental para criar uma cultura de evolução e desenvolvimento nas áreas.

Para se ter uma ideia, somente neste primeiro semestre, foram mais de 12 capacitações, impactando cerca de 200 profissionais em diferentes clientes. 

Os treinamentos envolvem desde conceitos mais básicos sobre SEO, até os mais complexos, além de capacitações sobre o uso do Google Analytics e as suas diversas funcionalidades.

Assim, não conduzimos “apenas” um projeto com o cliente, mas criamos um ecossistema de educação e conhecimento, o que ajuda a potencializar os resultados e as metas estipuladas no início dos trabalhos. 

Google Analytics 4: quais os desafios para o mercado?

E falando em educação, um tema que tem movimentado muito o mercado e os fóruns de debate é a chegada do Google Analytics 4, novidade que vai exigir grandes mudanças internas por parte das empresas, seja no investimento de treinamento qualificado para os profissionais que atuam nessa frente, ou numa consultoria especializada para dar suporte às novas necessidades trazidas pelo GA4.

O momento para se preparar é agora. O Google anunciou a data de transição para o dia 1º de julho de 2023. Ou seja, até esta data, todo o mercado tem que estar operando plenamente com o Google Analytics 4. 

Isso traz alguns desafios pela frente, visto que é uma mudança bem radical para os próximos meses. Isso porque a nova ferramenta é completamente diferente da atual, sendo bem mais complexa.

Para os nossos clientes saírem na frente, estamos estruturando um plano de migração para a nova geração do Google Analytics, que inicia com uma instalação básica dos eventos do GA4 para que o cliente já possa iniciar a captura de dados e reunir alguns meses de histórico para comparações futuras.

Numa segunda etapa, vamos definir os indicadores e transformar isso num plano de tagueamento. É uma parte mais robusta do projeto, pois é bastante customizada e depende das necessidades de cada cliente e quais indicadores gostaria de visualizar.

E, por último, estamos montando uma trilha de treinamentos para capacitar os profissionais no uso da ferramenta. Como o GA4 é praticamente uma nova ferramenta, vai demandar uma educação praticamente do zero para o uso e a análise dos dados.

Marcamos presença

Mesmo com as suas raízes no trabalho remoto (formato que atuamos desde 2014 até hoje) a gente adora o bom e velho networking “cara a cara”. 

Neste primeiro semestre, marcamos presença em eventos importantes das áreas de inovação, tecnologia e empreendedorismo. Entre eles o South Summit, que ocorreu em Porto Alegre, o VTEX Day, em São Paulo e, em junho, o SMX Advanced e o SEO for Ukraine, ambos online, além do Varejo & Digital Commerce Xperience da StartSe, em São Paulo.

Resumo de alguns momentos durante o Fórum E-commerce Brasil.

Além de ser uma ótima oportunidade para novos negócios, também são ambientes que inspiram conhecimento e troca de experiências com especialistas de diferentes áreas. 

Até o final do ano, a agenda da Lume está bem movimentada. No segundo semestre já marcamos presença em eventos como o Fórum E-commerce Brasil, em São Paulo, o StartUp Summit, em Florianópolis e, em agosto, o Digitalks, em São Paulo, além de outros congressos regionais a serem definidos até o final do ano.

Mercado de SEO aquecido 

As expectativas para os próximos meses são bem otimistas. Muito disso se dá pela maturidade que o mercado vem ganhando em relação às estratégias de SEO e o maior interesse pelo ganho de usuários por meio do tráfego orgânico.

“Desde o ano passado estamos experienciando uma ‘inflação’ nas mídias pagas e uma concorrência muito grande. É um inventário cada vez mais concorrido e, consequentemente, mais caro. Isso faz com que as marcas busquem outras soluções, dentre elas o tráfego orgânico”, avalia o CEO da Lume, Anderson Fagundes.

O cenário é motivador, mas existe um tempo de maturidade até as empresas buscarem soluções na área de SEO. Ao invés de investimento, é um mercado que carece de conhecimento e consciência sobre o tema e os esforços necessários.

Porém, da mesma forma que o Google determinou o final do Universal Analytics em 2023 e forçando o mercado a mudar, os investimentos mais escassos em mídias pagas também vão obrigar as empresas a se reinventarem. 

“Com isso, o nosso trabalho de educação também é muito forte para tentar acelerar essa curva e mostrar para o mercado que existe uma solução”, finaliza Anderson. 

Se o mercado é aquecido, o desafio de crescimento da Lume está na atração e retenção dos profissionais das áreas de SEO e Analytics, esse é o “calcanhar de Aquiles” das empresas. 

Para isso, investimentos em pessoas e ferramentas na aquisição de talentos já são a realidade da empresa desde o ano passado, realizando a seleção e o desenvolvimento de todos esses profissionais, além de criar uma cultura forte e um dia-a-dia de trabalho agradável para todos.

Veja também

Receba no seu e-mail os melhores conteúdos sobre SEO e Analytics e fique por dentro das novidades com a nossa newsletter.

    crossmenu