Blog Lume

Lume Talks como ferramenta de inovação

Aqui na Lume, um dos nossos valores é a Inovação. Valorizamos profissionais autodidatas que estão sempre em busca de mais conhecimento para aplicar o que há de mais atual nos projetos com os clientes. E foi exatamente desse valor que nasceu a ideia do Lume Talks, uma ação interna especialmente voltada para o desenvolvimento dos profissionais e o compartilhamento de conhecimento.

Trabalhar com dados e algoritmos do Google exige que estejamos sempre atentos às mudanças e às constantes atualizações que ocorrem quase diariamente. E nada melhor do que fazer isso debatendo ideias, pontos de vista e percepções com especialistas no assunto, não é mesmo?

O que é o Lume Talks?

Aqui na Lume sempre existiu a cultura de compartilhar links e novidades do mercado no nosso canal oficial de comunicação, o Slack. Porém isso era feito sem uma periodicidade definida ou alguma organização prévia: quando um profissional via algo que achava interessante, publicava no canal e o time olhava quando podia.

Esse movimento é interessante e inclusive continua sendo feito, mas percebeu-se a necessidade de criar um momento especialmente para unir todo o time e gerar uma interação maior, onde fosse possível tirar dúvidas e trocar ideias em tempo real.

Por isso, desde o início do ano implementamos o Lume Talks, que funciona basicamente como uma reunião organizada pelos líderes técnicos e POs dos nossos squads.

A organização é assim:

  • Um profissional fica responsável por criar um cronograma (Líder da tribo).
  • Junto com o PO e os Líderes Técnicos, esse profissional organiza a lista de ideias e temas, de acordo com os assuntos em alta e as últimas atualizações.
  • Após a definição de pautas, é feito um estudo e a montagem da apresentação.
  • O assunto é divulgado no Slack e os profissionais são convidados a participarem. A participação não é obrigatória.
  • Os profissionais que demonstram interesse em participar recebem um convite para a call.
  • A call é gravada e a apresentação fica salva em uma pasta interna, onde todo o time pode acessar caso queira assistir em outro momento.
  • Essas calls duram em torno de uma hora (30 minutos para apresentação e 30 minutos para questionamentos ou dúvidas).

O que abordamos no Lume Talks

Desde a implantação da iniciativa, que aconteceu em abril deste ano, já realizamos cinco edições do Lume Talks.

Na primeira edição, o squad de jobs em SEO trouxe o tema Core Web Vitals para ampliar com outros profissionais. Na ocasião, foi abordada a atualização do Google para desktop como um fator de ranqueamento orgânico.

Imagem mostra uma fotografia da tela do computador, onde acontece uma reunião online. Nove pessoas estão com as suas imagens aparecendo uma ao lado da outra, dentro de um quadrado mostrado no lado direito. No lado esquerdo, está uma apresentação da Power Point com o título "Importância do Core Web Vitals para SEO". Abaixo, uma explicação em texto. O slide conta com o logo da Lume em azul.
Primeira edição falou sobre CWB e contou com uma grande participação dos times de SEO e Google Analytics.

Já a segunda edição, também em abril, trouxe para a pauta um tema que tem movimentando (e muito!) o mercado: a chegada do Google Analytics 4. 

Um dos nossos especialistas em GA explicou as principais mudanças da nova versão da ferramenta, como abordar isso com os nossos clientes e como prepará-los para essa atualização. 

A partir de julho de 2023 o Universal Analytics deixará de coletar dados e o GA4 substituirá a ferramenta. Isso trará um impacto muito grande para o mercado de Analytics. Foi um importante momento para alinhar alguns pontos internamente e que também contou com uma alta participação dos profissionais, tanto do time de Analytics, como de SEO também. 

Imagem mostra uma fotografia da tela do computador, onde acontece uma reunião online. Nove pessoas estão com as suas imagens aparecendo uma ao lado da outra, dentro de um quadrado mostrado no lado direito. No lado esquerdo, está uma apresentação da Power Point com o título Analytics Talks: GA4 e os seus impactos.
GA4 é um tema que tem movimentado o mercado e foi pauta de mais uma edição do Lume Talks.

Alguns outros temas abordados foram: webstories e como eles devem revolucionar o mercado de SEO ao “contar histórias”, cornerstone, além de um estudo de caso bem aprofundado sobre as estratégias de conteúdo e posicionamento de marca da Shopee. 

Até o final do ano novas edições devem acontecer, sempre levando em consideração as novidades do mercado e as oportunidades com os nossos clientes. 

Rotina de estudos

A criação do Lume Talks já é uma ação que potencializa a rotina de estudos dos profissionais, mas além dessas apresentações também contamos com uma outra ação chamada “Estudos e news”.
Ela acontece em paralelo aos assuntos do Lume Talks e funciona um pouco diferente, mas basicamente com os mesmos objetivos de atualizar a operação com o que há de mais recente no mercado de SEO e Analytics, buscando levar inovação para os nossos processos e entregas.

O cronograma acontece assim:

  • No início de cada mês o PO de cada squad e as suas equipes definem quais pautas serão trabalhadas. 
  • O Líder Técnico é o responsável por criar um material textual, mas a equipe pode (e deve) ajudar a montá-lo. 
  • O Líder Técnico fica responsável pelas entregas, que devem ocorrer até o início da quarta semana do mês.
  • Após a entrega, o Líder Técnico, junto com o PO, validam se é necessário atualizar os materiais internos da Lume com base no estudo.

Geralmente esses estudos não são apresentados para o time, mas nada impede de surgir um assunto interessante para uma edição do Lume Talks, por exemplo. 

De acordo com o COO da Lume, Cristian Magalhães, que estruturou esses processos internos de estudo, esse movimento está sendo um passo importante para a criação de equipes ainda mais preparadas para atender as demandas dos clientes. 

Foto do COO da Lume, Cristian Magalhães. Ele veste uma camisa azul marinho com o logo da Lume em amarelo.

“E até mais do que isso, o objetivo é continuar nos adiantando às novidades do mercado, levando inovação nos projetos entregues aos parceiros e reduzindo a possibilidade do cliente ser ‘pego de surpresa’ com uma atualização do Google, por exemplo”, afirma. 

Cristian Magalhães, COO da Lume.

Não é difícil encontrar no mercado exemplos de e-commerces  que perderam tráfego orgânico de um dia para o outro por causa de uma atualização do Google. E, obviamente, isso impacta na receita e nos objetivos do negócio.

Nesses casos, ter uma consultoria com profissionais preparados para esse tipo de problema pode ser um grande diferencial e previne algumas dores de cabeça.

Ficou interessado em saber como conduzimos os nossos projetos e quer se tornar um parceiro da Lume?

Veja também

crossmenu }