Blog Lume

O que é Google Search Console e para que serve?

O Google Search Console é uma ferramenta gratuita oferecida pelo Google e que permite monitorar e avaliar a performance de um website nos resultados de pesquisa do buscador.

Por meio de relatórios e das suas diversas funcionalidades, é possível analisar o tráfego e o desempenho nas pesquisas, além de entender exatamente como o Google enxerga e encontra determinado site. Ou seja, é um importante recurso para profissionais que trabalham com SEO e serve como um apoio para o desenvolvimento de estratégias da área

A ferramenta também oferece dicas de como otimizar uma página para que ela conquiste melhores posições nos resultados dos mecanismos de busca. O GSC aponta as necessidades de melhorias e, a partir disso, é possível entender exatamente quais atualizações precisam ser feitas em um conteúdo, tecnologia ou layout, criando estratégias mais eficientes em SEO.

De acordo com o próprio Google, o GSC pode auxiliar nas seguintes ações:

  • Confirmar se o Google consegue encontrar e rastrear um site.
  • Corrigir problemas de indexação e solicitar a reindexação de conteúdos novos ou atualizados.
  • Visualizar os dados de acessos e pesquisa no Google (com qual frequência um site aparece nas pesquisas, para quais consultas ele é mostrado, com qual frequência os usuários clicam, entre outros).
  • Receber alertas quando o Google encontrar indexação, spam ou outros problemas no seu site.
  • Mostrar a você quais sites apontam links para o seu.
  • Resolver problemas de AMP, usabilidade em dispositivos móveis e outros recursos de pesquisa.
  • Rastrear dados vitais do site.
  • Reagir a problemas de indexação e aplicar melhorias.

Como usar o Google Search Console?

O GSC é uma ferramenta totalmente gratuita e que pode ser usada por qualquer pessoa que possua uma conta registrada no Google. Embora seja fácil acessá-lo, para usar é ideal que você tenha pelo menos um pouco de conhecimento técnico sobre como as buscas online e os sites funcionam.

O Google conta, inclusive, com conteúdos voltados para os diferentes níveis de conhecimento dos usuários e ajuda a entender melhor como o GSC pode ser útil para cada realidade. 

Para fazer o primeiro acesso, acesse search.google.com e faça o login com a sua conta Google. Após isso, será necessário informar o site que você deseja rastrear (é necessário provar que você é o proprietário do site).

Essa necessidade se dá porque o Google Search Console entrega dados exclusivos para os proprietários, permitindo que ele faça mudanças que afetem a exibição no Google. Aqui você confere um passo a passo de como adicionar uma propriedade.

Outro ponto importante sobre a  verificação do site, é que pode ser que leve um tempo até que os dados sejam exibidos na ferramenta. Entretanto, o Google envia uma notificação assim que as informações estiverem disponíveis.

Página inicial do Google Search Console.

Após o registro e a validação da URL, você já poderá começar a usar a ferramenta (você pode incluir quantos domínios quiser). O layout do GSC é bastante intuitivo e funciona, com todas as funcionalidades organizadas em um menu à esquerda da tela, onde será possível navegar pelas seguintes opções e os seus submenus:

  • Visão geral
  • Desempenho
  • Inspeção de URL
  • Cobertura
  • Sitemaps
  • Remoções
  • Experiência na página
  • Principais métricas da web (melhorias)
  • Facilidade de uso em dispositivos móveis
  • Indicadores de localização atual
  • Produtos
  • Snippets de avaliação
Visão geral do Google Search Console.

Abaixo, vamos trazer os detalhes de algumas funcionalidades das ferramentas e no que elas podem auxiliar:

  • Visão geral

Como o próprio nome já diz, é o relatório mais simples e geral e que é exibido logo que você abre a ferramenta. Ele fornece uma visão ampla das várias informações que você encontra na ferramenta. Na tela inicial também são mostrados os principais “erros” ou “falhas” e o que você precisa ajustar de mais urgente.

  • Desempenho

É um relatório que mostra informações detalhadas sobre o tráfego, a posição geral nos resultados do Google e para quais pesquisas o seu site foi mostrado. Você pode escolher agrupar essas informações de diferentes maneiras. Essa funcionalidade traz também dados como a localização dos usuários, número de impressões, entre outros, além de ser possível analisar um termo de consulta nos mecanismos de buscas, uma página ou um dispositivo, por exemplo.

  • Índice

Aqui você visualiza todas as páginas que foram indexadas e também as que não foram (seja porque foram removidas ou bloqueadas, por exemplo), além de ser possível bloquear a exibição de uma URL temporariamente.

  • Cobertura

O Relatório de cobertura do índice mostra se URLs específicas foram rastreadas e indexadas pelo Google. Além disso, tem como visualizar detalhes sobre os tipos de erros das páginas (de servidor, 404, entre outros), e saber o status de indexação de uma URL (podendo ser, válida, com aviso, erro ou excluída). 

  • Sitemap

Aqui você pode organizar, criar e analisar todo o mapa do seu site, melhorando o que for considerado necessário e, consequentemente, agilizando a indexação das páginas.

  • Remoções

Se você quiser remover a exibição temporária de páginas de sites de sua propriedade nos resultados da Pesquisa Google, em Remoções é possível ocultar essa URL. 

  • Experiências

Essa funcionalidade apresenta diferentes informações sobre os acessos dos usuários ao seu site, o que ajuda a entender o comportamento da navegação em diversos tipos de dispositivos. 

  • Experiência da página

Será que a sua página é acessível e tem uma boa navegabilidade? É com essa ferramenta que você consegue visualizar dados gerais do domínio, e obter insights valiosos para otimizar as páginas de acordo com os indicadores apresentados. Lembrando sempre que, mais do que nunca, a ótima experiência do usuário é levada em consideração pelo Google como um fator fundamental para ranqueamento. Então, aproveite essa funcionalidade e use a seu favor. 

  • Principais métricas da web

Falando em métricas aprofundados do Google, esse é um menu justamente para você ficar ligado em quais URLs precisa fazer otimizações. E vai desde o tempo de carregamento de uma página, tempo de resposta, entre outros. Com esse relatório, é possível corrigir as experiências negativas e que podem estar afetando o ranqueamento de uma página.

  • Facilidade de uso em dispositivos móveis

De acordo com a pesquisa TIC Domicílios, realizada desde 2005, mais de 58% dos brasileiros acessam a internet exclusivamente por dispositivos móveis (celulares). Com isso, esse relatório se torna indispensável para entender quais melhorias podem ser feitas para que o seu site se torne acessível e responsivo para os diferentes tipos de dispositivos. 

  • Melhorias

Aqui são reunidas todas as informações mais relevantes para ter um site cada vez mais completo e funcional para todos os usuários. 

São indicadores que ajudam a identificar a estrutura de acesso percorrido até o seu site e como ela pode ser melhorada ou corrigida. Assim, consegue apontar a jornada percorrida pelo usuário, quais as páginas foram clicadas e se as visitas percorreram links dentro do esperado.

  • Produtos

Outro recurso possível no Google Search Console é o de marcar dados sobre um produto, como sua descrição e preço. Dessa forma, o Google pode apresentar seus dados de um jeito novo e mais atrativo nos resultados de pesquisa. Lembrando que o Google aplica suas próprias regras para cada tipo de produto, e decide como seus dados serão exibidos.

  • Snippets de avaliação

Sabe aquele pequeno trecho de uma avaliação ou classificação que aparece quando fazemos uma pesquisa? Se o Google consegue encontrar avaliações válidas ou marcação de classificações, ele pode exibir na página de resultados de pesquisa dos buscadores um complemento ao link do site, como estrelas e outras informações resumidas de avaliações e classificações.

Outros benefícios do Google Search Console

Já deu para entender que o GSC auxilia (e muito!) nas estratégias de SEO, não é mesmo? Mas além disso, ele é uma ferramenta extremamente completa e que também ajuda a avaliar a segurança do seu site. 

Isso porque o GSC envia uma notificação por e-mail em situações como crimes virtuais (invasão hacker, por exemplo) e violação de diretrizes.

Outra funcionalidade que pode ser interessante é a integração do GSC com o Google Analytics, tornando o monitoramento de desempenho ainda mais eficiente e completo, mesclando e cruzando dados das duas ferramentas. Clique aqui para saber como fazer isso.

Como podemos te ajudar?

Aqui na Lume o GSC já faz parte da rotina dos profissionais que atuam com estratégias de SEO. Se você ficou com dúvidas ou quer saber mais sobre como a gente pode te ajudar a melhorar o seu site, entre em contato com a gente e vamos conversar! 😉

Veja também

crossmenu