Blog Lume

Entenda a Product Review Update, atualização do Google nas avaliações de produtos

Existem várias ações que podem ajudar a aumentar a receita de um e-commerce, conforme o próprio Google ensina. Uma delas é a avaliação de produtos, ferramenta extremamente poderosa, embora muitas vezes não seja lembrada com o seu devido valor.

Afinal, o objetivo de quem possui um e-commerce é ter uma grande quantidade de vendas, mas nem sempre ter o produto de melhor qualidade é o suficiente para que esse processo aconteça de maneira natural.

Você sabia que recentemente o Google atualizou os seus parâmetros de classificação quanto à qualidade e originalidade de conteúdos de reviews de produtos em sites?

Veja aqui quais foram as alterações e como isso pode impactar positivamente em seu negócio!

Atualização Product Review do Google: o que mudou?

Em abril de 2021 uma nova mudança no Core do Google afetou a avaliação de produtos, a qual tem impacto considerável na qualidade e posicionamento de um site.

Primeiramente, a previsão é que páginas em inglês do Google Discover sejam afetadas. Ainda não se tem uma data de início para a reprodução em sites brasileiros, mas isso não significa que não é a hora de agir, muito pelo contrário: confira abaixo algumas informações para evitar potenciais quedas de impressões e posicionamento com essa alteração.

Um dos principais pontos pensados e aplicados foi a opinião de quem já adquiriu os produtos de uma marca, ou seja, o feedback de quem testou efetivamente o item.

Exemplo de avaliação de usuários em um site.
Exemplo de avaliação de usuários em um site.

Dessa maneira, duas novas práticas estão sendo recomendadas pelo próprio Google:

  • Fornecer evidência: essa ação pode ser por meio de funções visuais, áudio ou demais links demonstrando a experiência do usuário, o que afirma a autenticidade da avaliação.
  • Colocar links para vários vendedores: se sua empresa revende os produtos por outras lojas, facilite o acesso para o usuário com comerciantes de sua própria preferência.

Porém, essas práticas não são as únicas! Elas podem ser complementadas com algumas outras dicas simples do próprio Google, que incluem:

  • Usar medidas de quantidade para avaliar o desempenho do produto em demais categorias. Exemplo: cinco estrelas ou nota até 5.
  • Inserir qual o diferencial do item em relação aos concorrentes.
  • Explorar os benefícios e desvantagens do produto com base em pesquisas e dados.
  • Descrever, se possível, a evolução do produto, desde a sua primeira versão até a atual.

É importante destacar que o Google deixou claro que essas mudanças realizadas não possuem a intenção de penalizar sites, mas sim de recompensar aqueles que priorizam a qualidade do conteúdo e experiência do usuário.

Novo update!

No dia 23 de março de 2022 foi lançada pelo Google a terceira parte da atualização, onde a intenção é melhorar o posicionamento das avaliações que otimizam a experiência de outros compradores.

Mas, como assim? 

O Google irá priorizar aqueles reviews que trouxerem informações e provas mais realistas sobre os produtos, principalmente quando há evidências midiáticas como fotos, áudios e vídeos.

Porém, algumas “boas práticas” precisam estar presentes para que seja validado:

  • Presença de detalhes minuciosos: características específicas como o desempenho, benefícios, desvantagens e até comparações com os modelos anteriores (caso existam).
  • Avaliações reais: advindas de quem realmente adquiriu o produto.
  • Informações originais: além daquelas que são fornecidas pelo fabricante, fatos e provas que melhorem a experiência do usuário serão priorizados.
  • Comparação com concorrentes: explicar o que diferencia esse item em específico dos demais.

Se você quer se especializar ainda mais em avaliação de produtos, clique aqui e leia o documento completo do Google de práticas recomendadas, seja você um cliente que gosta de opinar ou empresário que queira incentivar os seus consumidores.

Como funcionam as avaliações de produtos?

Com um sistema de cinco estrelas, essa avaliação de produto é formada de maneira individual. É importante entender que há diferença entre a nota da loja especificamente e a do produto em si, mas que ambas interferem na qualidade e melhor posicionamento do site segundo as métricas utilizadas pelo Google.

Porque você deve ter avaliação de produtos em seu site?

Além de ser uma prática mais do que necessária no mundo do SEO, existem muitos outros dados que explicam a necessidade de inserir essa ferramenta em seu e-commerce. Confira abaixo:

  • Uma pesquisa realizada pelo portal Bright Local indica que 72% das pessoas só realizam uma compra após terem lido as avaliações do produto em questão, o que confirma o aumento de confiabilidade com o site.
  • Além disso, dados do Econsultacy mostram que as classificações e avaliações aumentam as vendas em até 18%, influenciando no ticket médio: itens com valores mais altos que possuem mais avaliações tem mais vendas registradas do que itens similares com valores menores.
  • O uso dessas notas facilita a auto avaliação, demonstrando o que pode ser implementado na loja virtual, tornando-a assim cada vez melhor e mais preparada para atender os clientes.
  • Por fim, mas não menos importante, conforme dados da Yourviews, foi detectado um aumento de 16% na qualidade do SEO das lojas virtuais que investem na avaliação dos clientes. Isso acontece porque os comentários geralmente usam palavras-chaves precisas, consolidando o ranqueamento da página.

Avaliações de produtos: dicas essenciais!

São algumas ações e práticas do dia a dia que podem melhorar muito as suas vendas por meio dessas avaliações. Acompanhe algumas dicas e coloque em prática o quanto antes:

  • Peça o feedback dos seus clientes: é preciso a quantidade mínima de 50 avaliações para que a classificação dos produtos esteja disponível em seu site, sendo assim, foque no retorno individual dos consumidores. Você pode oferecer recompensas para essa ação como descontos ou brindes nas próximas compras.
  • Vá além das cinco estrelas: dados confirmam que as pessoas confiam mais em produtos que contenham notas reduzidas (como 4,7, por exemplo), principalmente porque emitem mais veracidade do que aquelas notas 100% positivas, que passam a impressão de poucas avaliações.
  • Insira a nota do vendedor: essa informação também é importante para aumentar a efetividade dos produtos e da loja.
  • Dê a possibilidade do cliente ser mais específico: deixar uma caixa de texto aberta para o cliente inserir os seus comentários (os pontos fortes e fracos do produto, se é frágil ou resistente, etc), inserir a possibilidade do envio de fotos e vídeos são ações que podem ajudar a potencializar a reputação do produto e a experiência do comprador.
Exemplo de avaliação de usuários em um site.
Exemplo de avaliação de usuários em um site.

Essas são algumas dicas que podem ser aplicadas o quanto antes na sua empresa. E se você quiser saber mais, clique aqui e entre em contato com a Lume e conheça as melhores soluções para seu negócio!


Veja também

crossmenu