Blog Lume

Google atualiza sistema de geração de títulos para resultados online

O Google mudou o seu sistema de geração de títulos para os resultados online. Basicamente, isso significa que o Google está “reescrevendo” os snippets de acordo com o conteúdo da sua página e do interesse do usuário. Para isso, o novo sistema de geração de títulos utiliza elementos de título HTML (também chamados de tags de título).

Abaixo, confira quais as principais mudanças que essa atualização traz e os impactos em SEO. 😉

Como era a geração de títulos antes?

Antes dessa atualização, os donos dos conteúdos escreviam os snippets e o Google oferecia exatamente aquela informação para os usuários. 

Um exemplo: a Lume possui uma página com o título “Treinamentos de SEO | Lume Growth Partner” e o usuário faz uma busca por “como fazer SEO”. O Google mostrava aquele título, mesmo não sendo necessariamente o que o usuário buscava.

Essa é justamente uma das grandes diferenças entre mídia paga e orgânica quando falamos de posicionamento. Isso porque na mídia paga existe a possibilidade de escrever vários títulos e descrições diferentes para atingir diversas intenções de busca e ser mais assertivo na entrega do conteúdo. 

Assim, o Google consegue entregar um link mais específico e de acordo com a palavra-chave que o usuário busca, podendo escolher entre as diversas opções de títulos existentes.

Já no orgânico não existe essa possibilidade: é apenas um título e uma descrição, o que acaba não sendo tão assertivo, pois por trás de uma mesma palavra-chave existem diversas intenções de busca.

Como é a geração de títulos agora?

Agora, o Google literalmente reescreve o título de acordo com os conteúdos oferecidos dentro da sua página, usando elementos de título HTML em 87% das vezes

Funciona mais ou menos assim: no momento em que o usuário faz uma pesquisa, o algoritmo de busca do Google identifica qual o trecho de conteúdo da página apresentada como resultado tem o maior potencial de clique e reescreve o título com essa informação. 

Isso gera mais interesse para o usuário e maior probabilidade de clicar num link que tenha o conteúdo que ele busca, otimizando a experiência mesmo antes de ele entrar no site.

E se você está se perguntando o motivo do Google não usar elementos de título em 100% das vezes, confira abaixo a resposta que eles deram em sua página.

O Google não usa elementos de título 100% das vezes. Entenda os motivos.

Além disso, na primeira atualização, em agosto de 2021, o Google já havia explicado que as tags de título HTML nem sempre descrevem bem uma página e exemplificou trazendo algumas situações como: tags de título muito longas, com excesso de palavras ou com linguagem clichê ou repetitiva.

Já na segunda atualização, em setembro de 2021, e que está valendo até o momento, o Google trouxe alguns exemplos de pontos que ele detecta e ajusta com base em problemas reais vistos em trilhões de páginas listadas. Abaixo, confira alguns:

  • Títulos incompletos

Um título incompleto geralmente ocorre quando sites grandes usam modelos para criar títulos para as páginas da web, mas algo fica faltando. O modelo pode colocar um resumo da página primeiro no título e depois no nome do site. Em títulos incompletos, o resumo muitas vezes está faltando. Um exemplo: 

Em vez de “Nome do produto + Nome do site”, o título sai apenas com  “Nome do site”.

O Google explica que o sistema foi desenvolvido para detectar esse tipo de problema e que pode ser ajustado verificando as informações em elementos de cabeçalho ou outros textos grandes e em destaque na página. Com isso, é possível criar um título alinhado com o que o site provavelmente pretendia fazer.

  • Títulos obsoletos

Geralmente esse tipo de problema acontece quando a mesma página é usada, ano após ano, para informações recorrentes, mas o elemento de título não é atualizado para refletir a data mais recente. Um exemplo:

Em vez de “Critérios de Admissão 2022 + Nome da Universidade”, o título sai como “Critérios de Admissão 2021 + Nome da Universidade”. 

No exemplo, a página tem um título grande e visível, mas que por algum motivo o elemento de título não foi atualizado na data atual. Sendo assim, o Google consegue detectar essa inconsistência e usar a data correta. 

  • Títulos incorretos

Algumas vezes, os títulos não refletem com precisão o conteúdo da página. Por exemplo: a página pode ter conteúdo dinâmico com um elemento de título.

Em vez de usar “Bichinhos de pelúcia + nome do site”, o título fica “Animais de brinquedo gigantes, ursos de pelúcia, ursos polares + nome do site”. 

É razoável que as pessoas achem que os produtos mencionados aparecerão na página. No entanto, esse é um título estático para uma página com conteúdo que é alterado dinamicamente. Algumas vezes, esses produtos podem aparecer, mas outras vezes, não.

O sistema tenta detectar se o título não mostra com precisão o assunto da página. Nesse caso, o título pode ser modificado para que o usuário saiba melhor o que esperar.

Para entender melhor esses e outros exemplos, clique aqui.

Qual a importância do título para os resultados do Google? 

Como o próprio Google diz, “uma das principais maneiras de determinar quais resultados de pesquisa podem ser relevantes para a consulta é analisar os títulos das páginas da web listadas”.

A principal orientação do Google para os proprietários de sites é “concentre-se em criar bons elementos de títulos HTML. Eles são, de longe, os que mais são usados.” Ou seja, de todas as formas que o Google usa para geração de títulos, o conteúdo das tags de títulos HTML é usado em 87% das vezes. 

Nossas considerações

Geralmente, uma mesma página se posiciona para muitos resultados diferentes. O fato é que é muito difícil ter um título que responda e atenda a todas essas pesquisas com palavras-chaves diferentes. O ideal nesse caso é focar no que você considera mais interessante para a sua empresa e no que tem maior relação com a intenção de busca do seu público e os objetivos da marca.

Por exemplo: você quer responder pro usuário o que é SEO ou quer mostrar para as pessoas que é uma empresa que oferece serviços de SEO?

De acordo com o objetivo escolhido, otimize o seu título para o foco desejado. Assim, quando for outra intenção, o Google pode reescrever de acordo com a pesquisa realizada. 

Por isso entender o público-alvo e para quem você realmente quer mostrar a sua página é cada vez mais importante. Afinal, o objetivo é receber o clique das pessoas certas. 

Precisa de ajuda com essa atualização?
O nosso time de especialistas está sempre por dentro de todas as novidades e atualizações. Clique aqui, entre em contato e vamos conversar. 😉

Veja também

crossmenu